Dani Carmesim (2011 – Devaneios)

outubro 15, 2011 at 2:23 pm Deixe um comentário

Dani Carmesim é tão intensa quanto às cores que compõem em suas letras. Quando percebemos seu mundo particular, somos tomados por suas provocações e por seus delírios. E rapidamente tomamos parte em suas canções. Embalados por sua voz que nos tinge a alma com o mais intenso carmesim, nos tornamos ainda mais transitórios e um pouco menos infelizes.

Desde criança ela sempre dizia que queria ser artista, mas sem nenhuma noção de que enveredaria para o mundo da música, embora, a brincadeira preferida fosse cantar, dublar cantores famosos e fazer suas próprias letras com o ritmo da música de terceiros. Sempre gostou muito de escrever e a princípio achava que escrevia pensamentos “flutuantes”, poesias, mas, foi aos 14 anos que teve certeza de que eram letras de músicas, então, decidiu comprar aquelas revistas de violão e aprender a tocar sozinha. Foi aí que a história engrenou de verdade porque com o que aprendeu começou a dar melodia, ritmo e cifras às suas letras. Desde então não parou mais e hoje, aos 27 anos, já tem mais de 300 músicas de estilos e temas variados. Aos vinte, resolveu montar uma banda com os amigos de bairro chamada “Efeito Carmesim”, de onde surgiu o nome Carmesim, que significa vermelho. Depois disso ficou fazendo voz e violão em alguns bares, participou de algumas bandas até formar o seu atual projeto solo, contando com o apoio dos músicos: André Oliveira (guitarra), André Williams (baixo), Fernando S. (guitarra e teclado) e Rafael “Alvo” (bateria), banda que acompanha e completa perfeitamente sua voz marcante com referências “rockeiras” até mesmo nas mais suaves das baladas.

Dani Carmesim não se situa em nada que possa ser considerado como “nova MPB”, porque ela é algo além disso, é rock e muitas mais. Em suas letras fortes e expressivas ela encontrou uma forma de poder se fazer ouvir por todos e mostrar que é através dos sentimentos que somos impulsionados a tomar atitudes que vão compondo nossa vida, nossa história e que também acaba por compor a vida e a história de outras pessoas próximas a nós. Portanto, se ninguém é feliz com o que tem, Dani Carmesim tem nos dado música, e se temos música, um pouco mais felizes somos. E assim tem sido.

Download

Entry filed under: Dani Carmesim. Tags: .

Digo e a New Gafieira (2010) João Martins (2009 – Juizo que dá samba)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


DNA – DISCOTECA NACIONAL

Este blog nasceu no ano de 2008 e tem como principal existência, difundir a música brasileira de qualidade, seja através de bandas ou DJs.
A prioridade do blog é a difusão de trabalhos independentes. Sabemos que existem blogs que não agem da mesma forma, portanto, se alguém se sentir ofendido ou prejudicado com o conteúdo de alguma postagem, avise-nos por e-mail para que ela seja retirada imediatamente

============================
P.S. O site WORDPRESS não hospeda arquivos de música e os links aqui postados têm prazo de validade limitado. ============================
Administração e conteúdo por Juniani Marzani - DJ 440

Contato: discotecanacional@gmail.com

Categorias

Blog Stats

  • 648,856 hits

%d blogueiros gostam disto: