Posts filed under ‘DJ Yuga’

DJ Yuga (2010 – Blue Groove Session)

O DNA tem o prazer de apresentar mais uma elegante mixtape do DJ Yuga, em homenagem aos 70 anos do selo Blue Note. Phyno!

Download

julho 13, 2010 at 7:23 pm 3 comentários

DJ Yuga (2010 – Jet Set)

Jet Set é uma coletânea mixada pelo DJ Yuga que traz em seu repertório sons produzidos nos anos 60 com muito suingue, balanço, ritmo, bossa e que soa aos ouvidos como atual.

É tempo de música brasileira moderna.

1.blind rogers hays – nanã
2.meirelles e os copa 5 – blue bottle’s
3.bill perkins – bahia (na baixa do sapateiro)
4.nelson riddle & orchestra – lamento
5.caterina valente – canto de ossanha
6.milt jackson – the oo oo bossa nova
7.cal tjader – samba do sueño
8.lalo schifrin – the man from t.h.r.u.s.h.
9.jon hendricks – jive samba
10.os cobras – uganda
11.coleman hawkins – samba de uma nota só
12.stan getz & luiz bonfá – saudade vem correndo
13.quincy jones big bossa – se é tarde me perdoa
14.charlie byrd – só danço samba
15.joão donato – não se acabou
16.baden powell – blues a volonte
17.luis carlos vinhas – batucada surgiu
18.brasilia modern six – i say little prayer
19.ed kennedy – i’ll never fall in love again
20.dave pike – sausalito
21.quartette tres bien – boss tres bien
22.the billy mitchell quintet – bossa nove ova
23.lennie dale & sambalenco trio – o pato
24.erlon chaves – deixa isso pra lá
25.wilson das neves – brazzavilleo

Vale um confere no trampo elegantíssimo do Brother

http://djyuga.podomatic.com/

Download

junho 10, 2010 at 1:45 am 1 comentário

DJ Yuga

Desde a infância em Nanuque, o pequeno Yuri já “fuçava” a coleção de discos do tio, onde conheceu Roberto & Erasmo, Jackson do Pandeiro, João do Vale, Clara Nunes, Gilberto Gil, Jorge Ben, Tim Maia, Demônios da Garoa e Os Velhinhos Transviados. Já na adolescência, começou a levar alguns discos para as festas de colégio, sempre se interessando por sons menos populares e, no entanto de boa qualidade. Aos 21, vem para a capital mineira, se tornando colecionador de discos de vários estilos e épocas. Algumas oportunidades surgem para tocar em festas, sendo seu “debut” marcado para uma das mais conceituadas casas de show de Belo Horizonte, o Lapa Multshow.

Apresentou seu repertório na abertura de shows de nomes consagrados como Dona Selma do Côco, Mestre Ambrósio, B.Negão, Lenine, Nação Zumbi, Funk Como Le Gusta, Jorge Ben, Cordel do Fogo Encantado, Orquestra Imperial e outros. Discotecou nas Calouradas da PUC Minas, abrindo para Tom Zé, Gilberto Gil, Nando Reis e Los Hermanos. Participou do CUCA (Circuito Universitário de Cultura e Arte) realizado em Ouro Preto no ano de 2002. Em fevereiro de 2003 foi DJ oficial da 3ª Bienal da UNE que aconteceu em Recife-PE, abrindo para Alceu Valença, Mundo Livre S/A e Paulo Miklos. Em outubro discotecou nos 75 anos da Marcha do Nico Lopes em Viçosa-MG, para um público de 10 mil pessoas.

Participou de eventos de importância no cenário mineiro, como Conexão Telemig Celular de Música [2002/2003/2004/2005/2006/2007], Conexão VIVO [2009], Festa de Encerramento do Comida di Buteco [2003/2004/2006/2007] e FIT [2004/2006], além de projetos que marcaram época em BH, como Movimento Balanço (ao lado dos DJ’s Prosa, Lermano e Fausto) e Projeto Mundo Negro. Em casas como Pastel de Angu, Deputamadre, Lugar, Casa do Conde, Cervejaria Official, Café com Letras, Matriz, Ziriguidun, Utópica Marcenaria, Casa do Estudante PUC Minas, Hard Rock Café, Vinnil Cultura Bar, Chevrolet Hall e Music Hall, Yuga deixou sua sonoridade presente.

2006 foi um ano de extrema importância para Yuga. Em Fevereiro, foi selecionado para o Festival Sunset DJs promovido pelo Café com Letras e tocou ao lado dos DJs Anônimo e Theo Werneck, no Sambacana Groove. Durante o Conexão Telemig Celular de Música do mesmo ano, em conjunto com a dupla de VJs Cortex Visual, apresentaram-se na Tenda “Conexão DJVJ”, um trabalho áudio-visual, mesclando imagens urbanas com sons regionais e contemporâneos. Essa apresentação contou com a presença de alguns MCs como Diamondog e Cubanito Santillana, da banda Black Sonora. O objetivo principal da parceria era mostrar que dentro do perímetro de uma metrópole, existe um grande “terreiro urbano”. No final do ano, Yuga começa a apresentar seu set em vinil “Samba-Rock Tipo Exportação”, onde passeia pelo samba jazz, partido alto, samba rock e samba funk, das décadas de 60 e 70.

Em 2007 discotecou ao lado do mestre do samba rock Tony Hits e do DJ “Sebófilo” Eduardo Brechó em São Paulo na festa BALACUBA. Ainda na capital paulistana mostrou o seu set no projeto SAMBACANA GROOVE do jornalista Israel do Vale vulgo DJ Anônimo. No mesmo ano teve a oportunidade de participar da festa de 5 anos do Coletivo de DJs TUTU de Ribeirão Preto ao lado dos DJs Rogério Britto, Eduardo Brechó e Francis Wiemermann. Junto com o amigo e parceiro DJ Vinicius criaram o VINIL AO PÉ DA SERRA, projeto que tem a intenção de valorizar o “bolachão” ou LP (long play). Em suas “cases”, um rosário de clássicos e preciosidades do cancioneiro nacional que vai de Banda de Pífanos de Caruaru a Antônio Carlos & Jocafi, do rei do ritmo Jackson do Pandeiro à malandragem do morro de Bezerra da Silva, da ciranda de Lia de Itamaracá ao sacundin sacunden de Jorge Ben. O clima é de nostalgia e celebração a cultura do Vinil.

No ano de 2008 apresentou-se no SAVASSI FESTIVAL Jazz & Lounge com o seu JET SET – The Sounds of Modern Brazilian Jazz, um DJ set de sons produzidos nos anos 60 com muito suingue, balanço, ritmo, bossa e que soa aos ouvidos como atual. Discotecou também na 1ª Bienal Internacional de Grafite de Belo Horizonte. E com os parceiros Corisco, Gurila Mangani, MC Cubanito e GuiDub criam o Live P.A. CONSPIRAÇÃO DUB FAMILY, baseado nos Sound System Jamaicanos sempre tocando produções próprias. No final do ano junto com o “black broder” MC Cubanito iniciam a festa bimestral chamada CUBA LIBRE realizada no Goma Cultura em Movimento na cidade de Uberlândia (MG).

Atualmente o DJ dedica-se à banda Black Sonora que “faz uma espécie de funk com música cubana cheia de groove e suingue”. Sempre antenado em “novidades” quanto “raridades”, seu set mescla black music com grooves brazuca, côco de roda, maracatu, samba a gosto e uma pitada de música cubana, deixando a pista mais apimentada.

Minas Independente
Download

Originais, revistas e sampleadas
Download

maio 7, 2009 at 8:07 pm Deixe um comentário


DNA – DISCOTECA NACIONAL

Este blog nasceu no ano de 2008 e tem como principal existência, difundir a música brasileira de qualidade, seja através de bandas ou DJs.
A prioridade do blog é a difusão de trabalhos independentes. Sabemos que existem blogs que não agem da mesma forma, portanto, se alguém se sentir ofendido ou prejudicado com o conteúdo de alguma postagem, avise-nos por e-mail para que ela seja retirada imediatamente

============================
P.S. O site WORDPRESS não hospeda arquivos de música e os links aqui postados têm prazo de validade limitado. ============================
Administração e conteúdo por Juniani Marzani - DJ 440

Contato: discotecanacional@gmail.com

Categorias

Blog Stats

  • 650,697 hits