Posts filed under ‘Pagode Jazz Sardinha’s Club’

Pagode Jazz Sardinha’s Club (2004 – Sardinhas)

Após sacudir mentes e corações com seu primeiro disco, o grupo Pagode Jazz Sardinha´s Club apresenta o CD Sardinhas, que reafirma sua vocação para criar novas formas de composição através da mistura de estilos e ritmos musicais.

1. Chave De Cadeia (3:58)
2. Clube Savana (5:47)
3. Pagode Jazz Sardinhas Club (4:06)
4. Samba Castiço (5:23)
5. Joana Francesa (6:16)
6. José Do Egito (4:26)
7. O Dia Em Que Ela Chegou (3:59)
8. Suíngue Envolvente (1:12)
9. Gente De Ilha (6:41)
10. Maxixe, Neném (2:58)
11. Choro Transgênico (4:48)
12. Chorinho De Gafieira (3:21)
13. Não Sou Mais Disso – Faixa Amarela – O Feijão de Dona Neném (5:20)
14. Mar (4:29)

Download

Anúncios

fevereiro 27, 2009 at 6:40 pm Deixe um comentário

Pagode Jazz Sardinha's Club (2004 – Sardinhas)

Após sacudir mentes e corações com seu primeiro disco, o grupo Pagode Jazz Sardinha´s Club apresenta o CD Sardinhas, que reafirma sua vocação para criar novas formas de composição através da mistura de estilos e ritmos musicais.

1. Chave De Cadeia (3:58)
2. Clube Savana (5:47)
3. Pagode Jazz Sardinhas Club (4:06)
4. Samba Castiço (5:23)
5. Joana Francesa (6:16)
6. José Do Egito (4:26)
7. O Dia Em Que Ela Chegou (3:59)
8. Suíngue Envolvente (1:12)
9. Gente De Ilha (6:41)
10. Maxixe, Neném (2:58)
11. Choro Transgênico (4:48)
12. Chorinho De Gafieira (3:21)
13. Não Sou Mais Disso – Faixa Amarela – O Feijão de Dona Neném (5:20)
14. Mar (4:29)

Download

fevereiro 27, 2009 at 6:40 pm Deixe um comentário

Pagode Jazz Sardinha's Club (1999)

Tem horas que, ao escutar música, eu me pego pensando coisas absurdas. Por exemplo: como seria um disco dos 8 Batutas, o famoso grupo de Pixinguinha e Donga, se eles estivessem gravando hoje seu primeiro disco? Agora eu já tenho uma idéia: seria algo bem parecido com este disco de estréia do Pagode Jazz Sardinha’s Club.

Não falo isso para chocar a audiência. A idéia é até bastante sensata. Mesmo com relação ao nome da banda: os 8 Batutas bem que poderiam se chamar Sardinha’s Club. Nos anos 20, quase todo grupo musical carioca podia ser chamado de Jazz Band. Além disso, os times de futebol ainda se intulavam clubs, e pagode e sardinha eram artigos de primeira necessidade. Porém, mais importante do que nomes, é a coincidência entre as estratégias musicais empregadas pelas duas bandas: não importa o que se mistura, o importante (o essencial) é misturar. Do híbrido, nasce o batuta, o balanço, tudo aquilo que encanta nossos ouvidos e tchans (sacode!). Os 8 Batutas tocavam samba, maxixe, polka, choro, marcha, tanguinho, cateretê. Não tinha relevância a procedência geográfica, dentro ou fora do território nacional, desses ritmos. O Sardinha’s Club toca samba, maxixe, funk, choro (e reggae-choro – que achado maravilhoso!), jazz e jongo. Isso tudo contrariando, muito de propósito, o mandamento nacionalista que pensa determinar (com uma camisa de força – nem um pouco listrada) qual é a verdadeira musica brasileira.

Mistura e manda! Quem mistura é quem manda na batucada. Nos anos 70, Paulo Moura criou sua Confusão Urbana, Suburbana e Rural. Duas décadas depois, o Sardinha’s Club lança este disco que, para voltar a falar de nomes, poderia muito bem se chamar Confusão Global, Local e Periférica. Uma confusão que não é de hoje, mas que está na base há séculos do melhor que se fez e tem feito em musica brasileira. Mestres do transmestiço, o Pagode Jazz Sardinha’s Club conclama: Longa Vida à Confusão! PS: Pode haver maior delícia na vida do que um harmonioso solo de trombone carioca por cima dessa confusão toda?

O CD & Outras Gravações

Lançado em julho de 1999 e distribuído pela Rob Digital, o CD de estréia do Sardinha’s Club, foi considerado um dos grandes lançamentos do ano pela imprensa e pelo meio musical. Três meses depois foi licenciado para lançamento no Japão pela Nippon Crown Records.

A faixa-título do CD foi indicada para Melhor Música Instrumental – Prêmio Sharp 1999, na versão gravada pelo grupo Nó em Pingo d’Água (CD Nó na Garganta), foi gravada ainda pelo grupo Rabo de Lagartixa (CD Rabo de Lagartixa) e foi cantada em show por Leila Pinheiro, em versãocom letra de Mauro Aguiar, recentemente lançada no CD Sardinhas. Além disso, o Pagode Jazz participou dos CDs Trombone do Brasil (de Roberto Marques), É o Violão do Brasil (de Gabriel Improta) e Fora do Esquadro, de Rodrigo Lessa.

Em 2001 foi lançado o CD Rumos Musicais 99 (Instituto ItaúCultural), que inclui duas faixas do grupo gravadas ao vivo: Transmestiço e Maxixe, Paizinho!!!. O grupo tem ainda faixas lançadas em coletâneas no Chile, Inglaterra e Japão.

Download

fevereiro 25, 2009 at 3:11 pm Deixe um comentário

Pagode Jazz Sardinha’s Club (1999)

Tem horas que, ao escutar música, eu me pego pensando coisas absurdas. Por exemplo: como seria um disco dos 8 Batutas, o famoso grupo de Pixinguinha e Donga, se eles estivessem gravando hoje seu primeiro disco? Agora eu já tenho uma idéia: seria algo bem parecido com este disco de estréia do Pagode Jazz Sardinha’s Club.

Não falo isso para chocar a audiência. A idéia é até bastante sensata. Mesmo com relação ao nome da banda: os 8 Batutas bem que poderiam se chamar Sardinha’s Club. Nos anos 20, quase todo grupo musical carioca podia ser chamado de Jazz Band. Além disso, os times de futebol ainda se intulavam clubs, e pagode e sardinha eram artigos de primeira necessidade. Porém, mais importante do que nomes, é a coincidência entre as estratégias musicais empregadas pelas duas bandas: não importa o que se mistura, o importante (o essencial) é misturar. Do híbrido, nasce o batuta, o balanço, tudo aquilo que encanta nossos ouvidos e tchans (sacode!). Os 8 Batutas tocavam samba, maxixe, polka, choro, marcha, tanguinho, cateretê. Não tinha relevância a procedência geográfica, dentro ou fora do território nacional, desses ritmos. O Sardinha’s Club toca samba, maxixe, funk, choro (e reggae-choro – que achado maravilhoso!), jazz e jongo. Isso tudo contrariando, muito de propósito, o mandamento nacionalista que pensa determinar (com uma camisa de força – nem um pouco listrada) qual é a verdadeira musica brasileira.

Mistura e manda! Quem mistura é quem manda na batucada. Nos anos 70, Paulo Moura criou sua Confusão Urbana, Suburbana e Rural. Duas décadas depois, o Sardinha’s Club lança este disco que, para voltar a falar de nomes, poderia muito bem se chamar Confusão Global, Local e Periférica. Uma confusão que não é de hoje, mas que está na base há séculos do melhor que se fez e tem feito em musica brasileira. Mestres do transmestiço, o Pagode Jazz Sardinha’s Club conclama: Longa Vida à Confusão! PS: Pode haver maior delícia na vida do que um harmonioso solo de trombone carioca por cima dessa confusão toda?

O CD & Outras Gravações

Lançado em julho de 1999 e distribuído pela Rob Digital, o CD de estréia do Sardinha’s Club, foi considerado um dos grandes lançamentos do ano pela imprensa e pelo meio musical. Três meses depois foi licenciado para lançamento no Japão pela Nippon Crown Records.

A faixa-título do CD foi indicada para Melhor Música Instrumental – Prêmio Sharp 1999, na versão gravada pelo grupo Nó em Pingo d’Água (CD Nó na Garganta), foi gravada ainda pelo grupo Rabo de Lagartixa (CD Rabo de Lagartixa) e foi cantada em show por Leila Pinheiro, em versãocom letra de Mauro Aguiar, recentemente lançada no CD Sardinhas. Além disso, o Pagode Jazz participou dos CDs Trombone do Brasil (de Roberto Marques), É o Violão do Brasil (de Gabriel Improta) e Fora do Esquadro, de Rodrigo Lessa.

Em 2001 foi lançado o CD Rumos Musicais 99 (Instituto ItaúCultural), que inclui duas faixas do grupo gravadas ao vivo: Transmestiço e Maxixe, Paizinho!!!. O grupo tem ainda faixas lançadas em coletâneas no Chile, Inglaterra e Japão.

Download

fevereiro 25, 2009 at 3:11 pm Deixe um comentário


DNA – DISCOTECA NACIONAL

Este blog nasceu no ano de 2008 e tem como principal existência, difundir a música brasileira de qualidade, seja através de bandas ou DJs.
A prioridade do blog é a difusão de trabalhos independentes. Sabemos que existem blogs que não agem da mesma forma, portanto, se alguém se sentir ofendido ou prejudicado com o conteúdo de alguma postagem, avise-nos por e-mail para que ela seja retirada imediatamente

============================
P.S. O site WORDPRESS não hospeda arquivos de música e os links aqui postados têm prazo de validade limitado. ============================
Administração e conteúdo por Juniani Marzani - DJ 440

Contato: discotecanacional@gmail.com

Categorias

Blog Stats

  • 651,330 hits